Sofri um acidente dentro de um transporte público, o que devo fazer?

O que NÃO pode ser negociado nos acordos e convenções coletivas de trabalho?
25 de julho de 2018
Startups – Proteção dos ativos intangíveis e a Propriedade Intelectual
25 de julho de 2018
Exibir tudo

Ao sofrer um acidente dentro de um transporte público, seja devido a uma colisão ou freada brusca, deverá a vítima, se sofrer alguma lesão ou dano:

• Registrar a ocorrência por meio de boletim de ocorrência;
• Tirar fotos dos danos ocorridos;
• Verificar o nome da empresa responsável pelo transporte;
• Anotar a placa do veículo, hora e local do acidente;
• Verificar se outras pessoas presenciaram o ocorrido e pegar o contato;

Se por causa do acidente for necessário procurar tratamento médico, é fundamental ainda, requerer os prontuários médicos, para que se confirme o dano.

O Código Civil e o Código de Defesa do Consumidor, preveem que a responsabilidade das empresas de transporte público, é objetiva, ou seja, isso significa que não é necessário identificar a culpa pelo acidente, basta demonstrar o dano ocorrido e que ele ocorreu no transporte público.

Sendo assim, a vítima deve procurar a empresa para verificar se a seguradora irá providenciar a cobertura dos danos sofridos, se não obtiver sucesso, deve procurar o auxílio de um advogado para pleitear seus direitos.

Luessa de Simas Santos
Luessa de Simas Santos
Luessa Santos, é advogada, apaixonada em ajudar pessoas e empresas na resolução de conflitos, sejam eles pessoais e/ou empresariais, utilizando de empatia, inteligência emocional, flexibilidade, agilidade em tomada de decisões, criatividade e negociação. Sempre buscando aprimoramento com o uso da tecnologia e inovação, afim de facilitar a vida das pessoas.

Deixe uma resposta

Contato