Auxílio Emergencial é prorrogado até dezembro

Falta grave do empregado: quanto tempo para aplicar punição antes de configurar perdão tácito?
7 de outubro de 2020
Como avaliar se a infração cometida pelo empregado é passível de rescisão por justa causa?
8 de outubro de 2020
Exibir tudo

O Presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta segunda-feira (1°), a prorrogação do Auxílio Emergencial até dezembro. O valor de cada uma das quatro parcelas adicionais será de R$ 300. A novidade foi divulgada após reunião do Presidente com ministros e parlamentares, no Palácio da Alvorada.

A prorrogação será feita por meio de Medida Provisória. “O valor definido agora há pouco [no encontro] é um pouco superior a 50% do Bolsa Família. Então, nós decidimos aqui, até atendendo a economia em cima da responsabilidade fiscal, fixado em 300 reais”, anunciou o Presidente.

O Auxilio Emergencial é destinado a trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais e desempregados que enfrentam os efeitos econômicos provocados pelo novo coronavírus. O benefício começou a ser pago em abril em três parcelas no valor de R$ 600. Em junho, foi prorrogado por mais duas parcelas de R$ 600. A mulher que for mãe e chefe de família poderá receber R$ 1,2 mil por mês.

Fonte: https://www.gov.br/pt-br/noticias/assistencia-social/2020/09/auxilio-emergencial-e-prorrogado-ate- dezembro#:~:text=O%20Presidente%20Jair%20Bolsonaro%20anunciou,parlamentares%2C%20no%20Pal%C3%A1cio%20da%20Alvorada.

#direitodotrabalho #direito #auxilioemergencial #empresa #empregador #empregado #prorrogaçãoauxilio

Gouvêa dos Reis - Advogados
Gouvêa dos Reis - Advogados
A Rede Gouvêa dos Reis Advogados objetiva proporcionar segurança e soluções a seus clientes, desde 1967.

Deixe uma resposta

Contato